Grupo Simba Content poderia se beneficiar com transmissões de jogos esportivos

Simba Content continua com as atividades paralisadas | Foto: Reprodução

Criado com o objetivo de regulamentar o repasse de verbas das operadoras para as emissoras parceiras Record TV, SBT e RedeTV!, o Grupo Simba Content atualmente anda com as atividades paradas. O lançamento de canais fechados dos canais no join-venture virou lenda. Embora estejamos atravessando a pandemia do novo Coronavírus, o grupo precisa agir e aproveitar os momentos oportunos e presentes.

Após o presidente da República, Jair Bolsonaro, assinar um novo MP que facilita os clubes exibirem seus jogos em canais off Globo, o Grupo Simba se vê ausente e teria uma grande oportunidade de exibir campeonatos importantes em seus canais fechados: Se tivessem ao menos ou saíssem do papel.

Recentemente, a TV Globo e o aplicativo esportivo DANZ, abriram mão da Copa Libertadores da América devido aos altos valores. Nesse exato momento, as demais emissoras têm se mantido introspectivo e deixado alguns campeonatos importantes de lado e cadê a Simba Content?

Segundo veículos de comunicação, o grupo presidido por Marco Gonçalves, é um elefante branco para as emissoras, não possuem funcionários e tão menos, uma sede, apenas dão uma parcela de lucro para os envolvidos. É uma situação complicada.

Confira a chamada feita em 2017:

As opiniões contidas nesta coluna são de responsabilidade do autor e não corresponde, obrigatoriamente, a linha editorial do N1 Entretenimento.

Deixe uma resposta