Globo aponta ao mercado a falta de alcance da Libertadores no SBT e a emissora reage

Foto: Reprodução

A transmissão da Libertadores da América iniciou uma guerra mercadológica entre a Globo e o SBT, afirmando aos cartolas que sua concorrente não tem o mesmo alcance no quesito audiência e relevância em território nacional. Segundo o jornalista Gabriel Vaquer, da UOL, os executivos do canal carioca mandaram os números de audiência representativo para os dirigentes dos clubes e anunciantes, fazendo um comparativo aos resultados alcançados pelo SBT desde setembro.

Na Globo, o campeonato da Conmebol terminou o ano de 2019 com média de 25.9 pontos em São Paulo, principal mercado publicitário do país. Enquanto isso, o SBT tem registrado pacatos média de 8.5 pontos e na terceira colocação. A informação caiu feito uma bomba na direção da emissora de Silvio Santos que reagiu imediatamente e também entraram em contato com os agentes publicitários.

Em argumentos apresentados, os executivos do SBT diz que a Globo é forte por si só, e que mantém consolidado, a tradição esportiva desde sempre, enquanto entre eles, o trabalho é recuperar o público perdido desde 2003. O imbróglio se tornou o principal assunto entre o pessoal que trabalha na área publicitária nessas últimas semanas. No quesito investimento, a Globo valorizou os campeonatos com um pacote comercial bem elaborado. Enquanto o canal de Silvio Santos, busca projeção e consolidação do público.