Globo dispensa Monica Iozzi após 6 anos

Foto: Globo / Cesar Alves

A Globo têm feito dispensas para enxurgar gastos. A emissora carioca cortou festas de estreia e último capítulos de suas tramas, economizou nas cestas de natal e dispensou atores e apresentadores que não entram em acordo comum. Desta vez, Monica Iozzi adoçou a lista de dispensados.

Segundo informações do jornalista Gabriel Vaquer, do Observatório da TV, a Globo confirmou que não houve renovação de contrato no ano passado. Assim como outros artistas, Monica pode assinar contrato por obra, o que facilita no trâmite dos trabalhos. Alguns contratados fixos, devem fazer um trabalho por ano em novelas e produções da Globo

Vale lembrar que Mônica Iozzi integrou o CQC na Band. Após o fim do programa, a atriz assinou contrato com a Rede Globo em 2014. Monica estreou como comentarista no Big Brother Brasil 14, apresentando um quadro que era exibido às terças-feiras no programa. Sua primeira aparição no BBB foi no dia 21 de janeiro de 2014.

No começo de fevereiro, Monica foi confirmada pela Globo como comentarista da cerimônia do Oscar 2014, junto com a atriz e apresentadora Fernanda Lima. No mesmo ano, entrou para o elenco da telenovela Alto Astral, interpretando Scarlett/Ritinha. A personagem fez sua primeira aparição em janeiro de 2015.

Em 6 de abril de 2015, estreou como apresentadora do programa Vídeo Show, formando dupla com Otaviano Costa. O último programa com Iozzi na bancada foi no dia 12 de fevereiro de 2016. A apresentadora saiu do programa para que pudesse se dedicar à profissão de atriz.

 Em abril de 2017, a atriz protagoniza a série Vade Retro, ao lado de Tony Ramos.

Em 2019, a atriz interpreta a excêntrica Kim Ventura, uma empresária de influencers em A Dona do Pedaço.