Carlos Villagrán desacredita na existência do Covid-19 e acusa seitas maçônicas e Bill Gates

Foto: Imagem TV/Reprodução

Conhecido internacionalmente por interpretar Quico no seriado Chaves, Carlos Villagrán fez declarações polêmicas sobre a pandemia do novo Coronavírus, Covid-19. Segundo o ator, a doença não passa de uma farsa tecnologia 5G, das seitas maçônicas e Bill Gates.

Em entrevista ao programa mexicano Sale e Sol, da Imagem TV, Villagrán afirmou enfaticamente que não acredita no Coronovírus. “Para mim, a covid-19 é um engano. Não existe a covid-19“, afirmou.

Além disso, ele explicou seu ponto de vista sobre a atual situação. “Depois de ficarmos em casa, eles começaram a colocar antenas para o 5G, que se conectam a milhares de antenas colocadas em universidades, escolas, em todos os lugares, e também em satélites de baixo alcance, mais de 6 mil satélites. Eles querem fazer uma rede para que em 2030 controlem o que se chama de população mundial“, detalhou.

Carlos Villagrán afirma que tudo não passa de um “plano malicioso” de Bill Gates e das seitas maçônicas. É um culto da maçonaria, e quem está por trás de tudo isso é Bill Gates, e tem muita gente por trás dele”. 

Embora desacredite da existência da Covid-19, Carlos Villagrán está tomando todos os cuidados possíveis. O ator está em quarentena em Houston, no Texas, ao lado da esposa Rebeca Palacios. Em justificativa, o ator falou sobre os motivos para manter-se em casa durante a pandemia. “Vou dar uma razão muito poderosa: as bruxas não existem, mas que elas existem, existem. Sejam peras ou maçãs, estou tomando todos os cuidados“, frisou.

Após duras críticas, Villagrán rever as críticas e disse que não tem problema com isso. “O medo debilita o sistema imunológico, então até que as pessoas se deem conta, e não haja tantos analfabetos, e não haja tanta ignorância no mundo, as pessoas vão se dar conta“, finalizou.

Confira: