Bárbara Mori revela o lado ruim de ter interpretado Rubi: ‘Sentia sozinha, vazia e triste’

Foto: Reprodução

Longe das novelas desde 2004, após a novela Rubi, Bárbara Mori regressou à TV novamente em 2014. A atriz atuou na série Dos lunas. Quatro anos depois, Mori integrou o elenco de Carlos Gardel the King of Tango, e no ano passado, foi vista em La Negociadora.

Em uma entrevista, Bárbara Mori revelou o lado ruim em ter interpretado a Rubi: “Eu possuía três coisas que a sociedade sempre acreditou que leva a felicidade: fama, sucesso e dinheiro. No entanto, eu chegava ao camarim, trancava a porta, me olhava no espelho e começava a chorar. Eu me sentia sozinha, vazia e triste“.

A empresa (Televisa) me procurou para fechar um contrato (de exclusividade) com eles em troco de qualquer coisa que eu pudesse pedir, era uma oferta tentadora se o que você estivesse buscando era encher os seus bolsos e garantir o seu futuro, como muitos me disseram naquele momento, mas eu sempre fui fiel a meus sonhos.” – Finalizou a atriz.

Além disso, Bárbara falou sobre o ambiente de trabalho e se deparou com situações que se assustou nos bastidores da novela. Segunda a atriz uruguaiana, aquele era um ambiente de golpes e abusos, o que acabou gerando um certo medo nela, pois lá eles não colocavam valor no talento e na inteligência da pessoa.

Bárbara ainda contou um pouco sobre sua vida pessoal, e disse que seu pai sempre estava presente com ela nas gravações, porém sua mãe a abandonou.